Arquivo do mês: setembro 2013

Samba do poema sonâmbulo

No silêncio quase quieto, Quase inquietante, Quase in… Quase out… Nem out… Nem in… Dentro de minh’alma, Fora na rua escura e vazia, Numa certa sintonia, Numa certa madrugada, Caminhando para o amanhecer, Tão perto tão distante, Mais uma vez … Continuar lendo

Publicado em Poemas | Deixe um comentário