Arquivo do mês: novembro 2011

Samba dos Telefonemas

Maria ligou para José E disse que gostava do verde da mata. José ligou para João E disse que Maria havia dito Que gostava do azul do mar. João ligou para Maria E disse que Paulo havia dito que ela Havia … Continuar lendo

Publicado em Poemas | Deixe um comentário

Você, caro crítico.

Você, caro crítico, Que acredita ter lido todos os meus textos, Que se dá o trabalho de discuti-los Nas rodas literárias. Você, caro crítico, Que acredita saber, Fundamentar, Até se dá o trabalho de tecer-lhes uma crítica literária. Você, caro crítico, Pergunto-lhe… Se não … Continuar lendo

Publicado em Poemas | Deixe um comentário

How does it feel?

Preciso ser verdadeiro comigo mesmo, Há tempos que não escrevia, Precisava escrever… Deixar os versos escorrerem, Sangrarem novamente… Não mais que de repente, Enquanto me vejo, Então me perco, E me encontro Num rodopio sem fim, Que ameaça alçar vôo, … Continuar lendo

Publicado em Poemas | Deixe um comentário